domingo, 21 de fevereiro de 2021

Pelos olhos do CEO - Resenha delas

 PELOS OLHOS DO CEO

🖋️ Autores: Geane Diniz & A.G. Clark
N° de páginas: 466


👨‍🦯Não foi a primeira vez que li um livro com deficiente visual e este livro escrito por AG Clark e Geane Diniz está simplesmente maravilhoso!!!!
Os autores conseguiram passar na história que uma pessoa  deficiente 👨‍🦯 não é incapaz e a personagem que nos transmite isto é a linda Nina Krammer ou Catarina Monteiro , uma mulher independente, forte, determinada, uma escultora talentosa, cuja  carreira está em ascensão, mas que possui uma deficiência visual  devido a um acidente sofrido na infância,  levando uma vida mais reclusa, não possuindo muitos amigos , não tendo nunca  se  relacionado com alguém afetivamente, mas
soube tirar das circunstâncias difíceis da vida grandes aprendizados e superações. Uma mulher que ficou cega, mas não deixou que a cegueira a impedisse  de sonhar e viver a vida em sua plenitude. Uma pessoa grata por ter sobrevivido, uma pessoa que podia se abater, mas,  ao invés disso, se levantava e seguia em frente.

🙎‍♂️Temos um CEO milionário, Júlio César ou JC,  que é um fofo. No começo do livro era mulherengo, vivia se arriscando em esportes radicais🏍️ 🧗‍♂️,  mas  carrega consigo uma profunda dor devido a algo traumático.ocorrido em sua adolescência e quando conhece a Nina, fica perdidamente apaixonado por ela.😍
O desenvolvimento do romance entre Nina e JC é lindo, bem construído,
como todo o desenvolvimento da história que tem o hot entre o casal, tem o dia a dia da Nina, cega (o que nos ensina muito), tem os personagens secundários que fazem toda a diferença na trama.

Temos também ação neste livro, pois tem um personagem que é obcecado (não vou dizer se é homem ou mulher) e faz  nosso pobre coraçãozinho 💔 ficar acelerado durante a leitura,  pois um livro escrito por esta super dupla é claro que não seria fofinho e  antes do final feliz o leitor passa por algumas angústias, mas o livro nos traz grandes ensinamentos e
e reflexões, como, gratidão pela vida, pelos cinco sentidos que temos , pelas pequenas coisas que acontecem em nosso dia a dia e muitas vezes não valorizamos.
Uma leitura que recomendo, assim como todos os livros escritos por eles que já li. 


Resenhas da Si


domingo, 14 de fevereiro de 2021

Algo de mim

Seria como revelar o que não sei, como sair de um lugar e acessar outro completamente diferente. Não consigo pensar em mais de duas possibilidades, meu pensamento retrai quando acessa as mesmas coisas, de novo e de novo. E eu penso em você com uma veracidade que nunca existiu, como uma verdade que eu, na verdade, coloquei na cabeça. Nem sei dizer se alguma parte sua sentiu tudo como força verdadeira, como possibilidade, mas sei que na minha mente foi possível. 

E se destruiu... preferi não revidar, não falar, não discutir de novo e só me retirar. E me retirei, dolorida, me retirei certa de escolher a coisa certa ali: você não estava. Não estava pronto, não estava pra mim, não estava a fim. O que senti foi entendível como algo meu, algo de mim. Aquela velha mania de acreditar até o fim, aquela velha mania de romantizar o duvidoso, o que eu queria que fosse, o que eu sabia que podia, o que você não enxergou que fazia enquanto nada.

Entenda bem, não foi você, foi a sua falta.